Novo recurso do Facebook promete sacrificar memória para economizar dados

O aplicativo do Facebook já se tornou tão ubíquo que, além de ser um dos mais baixados para Android e iOS, já vem pré-instalado nos smartphones de várias marcas. Com toda essa popularidade, porém, também vêm alguns problemas, como o grande volume de memória e dados que o app consome. Nem sempre dá para resolver tudo de uma vez, então, vez ou outra, o Facebook decide sacrificar um elemento para dar mais vida ao outro. É o que sugere um novo recurso que a rede social vem testando com alguns usuários, e que promete consumir mais memória interna para economizar o pacote de dados do seu celular.

A novidade se chama “Vídeos Instantâneos” e deriva dos “Artigos Instantâneos” que a empresa lançou há dois anos. Neste último, o ícone de um pequeno raio indica que um link postado no feed de notícias está armazenado dentro da própria rede social, o que permite que o conteúdo seja aberto mais rapidamente no aplicativo, já que não precisa acessar o navegador.

Com o novo recurso que ainda está em fase de testes, esse mesmo ícone de um pequeno raio começa a aparecer para alguns vídeos. Com os “Vídeos Instantâneos”, o Facebook faz o download dos vídeos quando o usuário está no Wi-Fi e os armazena no celular. Assim, quando você estiver na rede móvel, assistir àquele vídeo não vai consumir do seu plano.

Em contrapartida, porém, quem sofre é o espaço interno de armazenamento do celular, que pode acabar sendo usado para salvar vídeos que o usuário talvez nem queira ver. Ainda não se sabe se haverá algum critério para o download automático desses vídeos, ou se será possível escolher manualmente o conteúdo que será baixado ou não.

O Facebook confirmou ao site TechCrunch que a novidade ainda está em fase de testes com uma pequena porcentagem de usuários do Android, mas não revelou quando a função será liberada para todo mundo.

Fonte: Olhar Digital

Deixe seu comentário